a

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit, sed diam nonummy nibh euismod tincidunt ut laoreet dolore.

Instagram

Follow us

Italy Tintas

História do design italiano

Conheça detalhes sobre a história do design italiano

Quem disse que os italianos só são excelentes na culinária? Esse pequeno país localizado na Europa é considerado por muitos como o berço da civilização ocidental.

E isso não é só porque, antes de ser Itália, regiões do país abrigaram o império Romano, um dos maiores da sua época e responsável por difundir boa parte das línguas e culturas europeias. 

A Itália também foi o local de nascimento de muitas tendências do design desde os tempos antigos.

Há milênios, Roma criou as primeiras estradas e pontes que todos copiaram ao redor do mundo.

Hoje, o país continua lançando tendências em diversas áreas, como moda, arquitetura, urbanismo e design de interiores.

Conheça um pouquinho da história do design italiano para compreender melhor a importância dessa nação. 

Características do design italiano

O design italiano sempre foi inovador e diferenciado. Uma das principais características de suas peças é a exploração de cores, formas e do espaço de uma maneira jamais vista anteriormente.

Por isso, é possível perceber rapidamente que um móvel, por exemplo, é italiano quando ele utiliza o espaço de forma inovadora. 

Para um designer desse país não basta fazer uma cadeira. Ela precisa ser uma combinação de cores e formas que mantenham sua função, mas deem uma aparência completamente diferente.

Por isso, é comum encontrarmos móveis modulares, designs minimalistas e outros itens sendo produzidos no país. 

História do design italiano

A história do design italiano começou há tanto tempo que é difícil de localizar em anos.

Afinal de contas, foi por lá que nasceram as primeiras tendências arquitetônicas que mais tarde levariam ao surgimento de castelos e catedrais usadas em toda a Europa. 

Na história mais recente, foi a Itália que também revolucionou o design de móveis e de interiores, especialmente por meio de seu uso inovador de materiais.

Na década de 50 designers italianos utilizaram materiais, como plástico, borrachas e acrílicos. Antes tidos como feios, esses materiais passaram a fazer parte de peças de luxo e estilo. 

Na mesma década, empresas italianas começaram a juntar a produção em massa de produtos com a moda.

Antigamente, uma peça que se encaixasse nos padrões de beleza precisaria ser exclusiva. Isso acontecia em parte pelas limitações da tecnologia que impediam utilizar muitos detalhes na produção. 

No entanto, com a adoção de novos materiais tudo tornou-se mais simples. Mas os italianos não pararam por aí.

Grandes nomes da história do design italiano continuaram juntando formas orgânicas, materiais inovadores e cores para criar tendências. E isso persiste até hoje. 

Mestres do design italiano 

A história do design italiano possui diversos itens chamativos. Entre os nomes mais conhecidos podemos destacar Joe Colombo, Gio Ponti e Carlo Scarpa, entre muitos outros. 

Joe Colombo foi um representante do futurismo. Sua habilidade para combinar cores e formas fora do convencional o tornaram atual mesmo nos tempos de hoje, apesar de ter falecido em 1971.

Gio Ponti também apresentava certo tom futurista, mas suas peças eram bem mais minimalistas e funcionais que as de Colombo. Mesmo assim, ele criou itens belíssimos que são destaque em qualquer ambiente. 

Carlo Scarpa merece ênfase entre seus parceiros arquitetos pela atenção ao detalhe. Ele lançou diversas tendências com o uso de novos materiais na construção e decoração.

Além disso, seus projetos sempre consideravam a luz, cenário e espaço. Mesmo seus móveis eram de uma beleza única. 

Quem se importa com design, estética e beleza não pode deixar de procurar referências na história do design italiano. Esse maravilhoso país é nossa inspiração até hoje, merecendo ser valorizado a todo momento. 

Postar um Comentário